“O meu gato vomitou e tinha pelo!”

Praganas – o que são e como prevenir?
3 Junho, 2020
A estadia de um patudo durante as férias
3 Agosto, 2020

“O meu gato vomitou e tinha pelo!”

Esta é uma das queixas mais comuns nesta altura do ano. Se aconteceu com o seu gato ou se quer evitar esta situação, leia este artigo.

Vida de gato

Os gatos passam 15% do dia a cuidar do seu pelo. Apenas passam mais tempo a dormir ou descansar. Vemos assim o quanto a higiene é importante para os nossos amigos felinos.

Com a sua língua áspera, os gatos percorrem todo o seu corpo, e ajudam com as patas da frente para alcançar zonas inalcançáveis com a língua.

Este cuidado permite uma “escovagem” e higienização da pelagem além de ajudar a refrescar os locais onde a saliva é depositada.

Durante este processo é inevitável a ingestão de algum pelo, que fica preso na língua áspera. Essa ingestão é particularmente exuberante nos períodos de queda intensa (mudas sazonais Primavera/Outono) e em casas multicat, em que além do grooming (cuidado individual com a pelagem), pode existir allogrooming (cuidado com a pelagem dos pares).

Como se formam as bolas de pelo?

O pelo ingerido chega então ao estômago. Deste ponto, uma parte transita pelo restante trato gastrointestinal e é eliminado pelas fezes;

Outra parte, poderá ficar retida e começar a acumular, gerando as “bolas de pelo” ou tricobezoares. Essas “bolas” tornam-se demasiado grandes para transitar para o intestino e são frequentemente eliminadas pelo vómito. Quando tal não é possível, acabam por gerar uma obstrução que poderá requerer intervenção cirúrgica.

Quais são os sintomas de bola de pelo?

Vulgarmente animais que precisam eliminar pelo, apresentam os seguintes sintomas:

– Tosse e engasgos

– Vómito pouco depois de comer

O que posso fazer para evitar que o meu gato vomite pelo?

Para evitar este comportamento indesejado basta ter alguns cuidados:

– Escove o seu gato – opte por fazer uma escovagem diária do seu gato. Isto ajudará a remover o excedente de pelo morto, diminuindo a quantidade ingerida pelo seu amigo durante a higiene.

– Proteja-o de parasitas – a presença de parasitas externos como pulgas, carraças, ácaros, piolhos,… É extremamente incomodativa para os nossos gatinhos. Isto fará com que o comportamento de lambedura aumente exponencialmente com o intuito de aliviar o desconforto experienciado.

– Aposte numa dieta rica em fibra e/ ou pasta de malte.

Estes são 2 aliados importantes. Dietas que ajudam na eliminação do pelo ingerido pelas fezes tendem a ser ricas em fibra, melhorando o trânsito intestinal do seu amigo.

A pasta de malte além de um leve efeito laxativo melhora o trânsito intestinal e ajuda com quadros leves de prisão de ventre. Estes 2 produtos ajudarão a minimizar crises associados a vómito de pelo.

Caso o seu gato apresente engasgos, tosse ou vómitos, fale connosco. Estamos cá para ajudar!

dx
dx