Síndrome de Disfunção Cognitiva

Introduzir um bebé ao seu gato
19 de Setembro, 2021
Vantagens da Esterilização/Castração
2 de Outubro, 2021

O Síndrome da Disfunção Cognitiva é também vulgarmente conhecido como a Demência dos cães e tem algumas similaridades com a doença de Alzheimer. É uma condição em que o sistema nervoso já não funciona da mesma maneira, pelo que poderá começar a notar alterações no comportamento do seu melhor amigo.

Mesmo que o seu cão tenha sido treinado e estimulado toda a vida, poderá vir a sofrer de Síndrome de Disfunção Cognitiva, e você começará a notar pequenos episódios de confusão ou mesmo alguns “acidentes” que se tornarão mais frequentes.

Infelizmente, a maioria dos casos quando chega ao veterinário já apresenta alterações significativas, como alteração do padrão do sono. Os cães começam a passar mais tempo a dormir durante o dia e à noite geralmente vagueiam pela casa. Podem ainda por vezes ficar confusos com o ambiente, como se não o reconhecessem, mesmo sendo a sua casa desde tenra idade.

Esses episódios de confusão podem levar a vocalizações que, durante a noite, costumam ser foco de problemas com a vizinhança. Não é infrequente, quando deambulam pela casa e começam a vocalizar, acalmarem quando sentem o tutor por perto. É como se sentissem conforto de o tutor estar ali com eles.

Outros episódios que poderá notar são o ficar “preso” em cantos ou mesmo debaixo de uma mesa. Como se não conseguissem escapar dali.

Por vezes ficam confusos com a informação que recebem do exterior e podem ter comportamentos atípicos vulgarmente descritos como uma “mudança de personalidade”, ou podem mesmo ficar com um olhar vazio a observar objetos como uma cadeira ou mesa. Os medos que tinham antes ficam mais exacerbados, e podem começar a urinar e a defecar em casa, embora nunca o tenham feito antes.

Mas antes de os sinais mais marcados se começarem a fazer notar, poderá notar pequenas alterações: o seu melhor amigo pode-se “esquecer” de o vir cumprimentar quando chega a casa; as brincadeiras já não têm o mesmo interesse; ensinar truques novos fica mais difícil; nos jogos de atirar a bola, ele não retorna com a mesma e é como se não entendesse o que é para fazer,… Estes são alguns dos pequenos sinais a que deverá estar alerta, e deverá procurar assistência veterinária assim que os detete.

Já no veterinário o seu cão será avaliado e poderão ser solicitados alguns exames complementares de diagnóstico para descartar doenças que justifiquem a sintomatologia.

Caso se chegue à conclusão que o seu cão sofre de Síndrome de Disfunção Cognitiva, existem suportes que poderão ser dados para a condição: quer a nível alimentar, medicamentoso ou mesmo algum tipo de terapia comportamental.

Independentemente da abordagem terapêutica que o seu médico veterinário recomendar, é importante que tenha os seguintes cuidados acrescidos:

  • Não altere a rotina do seu cão. É mais simples para a sua organização mental haver uma rotina.
  • Evite deixá-lo em hotéis ou canis (nesta situação talvez seja mais interessante optar por um serviço de petsitting).
  • Mantenha algum grau de atividade, nem que sejam os passeios diários.
  • Caso haja problemas com urinar e defecar fora do lugar, aumente a frequência dos passeios para evitar os acidentes e retorne às bases, reforçando positivamente sempre que urina ou defeca no local correto.
  • Caso disponha de jardim, verifique se não há nenhuma zona propícia a que se magoe ou caia. Especial atenção a grandes desníveis de terreno, tanques e piscinas. Este cuidado é ainda válido para moradias com escadas.
  • Mantenha o acompanhamento veterinário e converse com o seu veterinário sobre a evolução do seu melhor amigo.

No entanto, não se esqueça que ele não vai voltar a ser como quando era cachorro e não irá ver alterações ao fim de uma semana de tratamento. Geralmente demora um pouco a ver algumas melhorias. A terapêutica instalada tem ainda o objetivo de retardar a evolução da doença.

Ajude o seu melhor amigo a ultrapassar os sinais da idade, e tenha paciência com os imprevistos que possam surgir.